.comment-link {margin-left:.6em;}

Pecado da Preguiça

From the flats and the maisonettes they're reminding us there's things to be done. But you and me, all we want to be is lazy. --- pecadodapreguica(arroba)gmail.com

Wednesday, September 13, 2006

Anatomia de um abraço

Abraçar: do Lat. Abbrachiare; verbo transitivo, cingir com os braços; dar abraços; circundar; cercar; abranger; conter; compreender; aceitar; admitir; adoptar; consagrar-se.

Gosto de abraços e de abraçar. Mas há abraços e depois, há ABRAÇOS.

Há o abraço pelo pescoço. Dá para para ouvir bater do o coração quando encostamos a cara ao peito. Outro laço possível é o de pura amizade em que um braço passa por cima do ombro e o outro agarra a cintura. Às vezes, é assim que podemos deitar a cabeça no ombro amigo e, quem sabe, soluçar os problemas cá para fora.

Mas dos que eu gosto mais são aqueles em que os braços se enrolam na cintura e nos puxam para cima para que as caras fiquem lado a lado. Só assim podemos sentir a respiração de quem nos agarra. A brisa passa-nos pelo ouvido e mesmo que não se diga nada, nem mesmo em segredo, sabe-se que há todo um enunciado de sentimentos no único aperto que gostamos de sentir.


Love is blindness
I don't want to see
Won't you wrap the night
Around me
Oh my heart
Love is blindness

In a parked car
In a crowded street
You see your love
Made complete
Thread is ripping
The knot is slipping
Love is blindness

Love is clockworks
And cold steel
Fingers too numb to feel
Squeeze the handle
Blow out the candle
Love is blindness

In U2 - Love Is Blindness

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home