.comment-link {margin-left:.6em;}

Pecado da Preguiça

From the flats and the maisonettes they're reminding us there's things to be done. But you and me, all we want to be is lazy. --- pecadodapreguica(arroba)gmail.com

Sunday, July 09, 2006

O natal em Julho

O "Love Actually" voltou a dar na TVI. A par do "Notting Hill", este filme é um rombo no meu saldo de telemóvel. Há sempre sms's para trocar. Tudo por causa do Sam e da Keira ... e da Aurélia.






Daniel: You know, Sammy, I'm sure she's unique and extraordinary, but... the general wisdom is that, in the end, there isn't just one person for each of us.
Sam: There was for Kate and Leo. There was for you. There is for me.
[holds up one finger]
Sam: She's "the one".
Daniel: Fair enough.

5 Comments:

Blogger totoia said...

Soube-me bem rever este filme...

7:34 am  
Blogger Luís said...

sabes Patrica, tenho uma história curiosa com esse filme. Qd saiu andava eu na fase terminal de uma relação e portanto sem grande disponibilidade sentimental pa coisas do coração. Disse à boca cheia que o filme era muito fraquinho. Entretanto entra na minha vida a M e voltei a ver o filme... chorei baba e ranho na cena dos cartazes e passei a achar o filme brilhante! É tão simples que é impossivel ficar indiferente. No fundo o amor até é uma coisa simples. Foi uma lição de filme.

E desculpa lá este relembório lamechas, mas nem sempre se pode brincar com os vossos textos

12:16 pm  
Blogger tic tac said...

também vi. e também já tinha visto. é muito bom, porque é tão simples e tão real. filmes assim fazem sempre muito bem :]

12:35 pm  
Anonymous Filipa said...

É daqueles filmes que nos deixam o coração completamente desassossegado no fim. Adoro a cena em que a Laura Linney pede um minuto ao Rodrigo Santoro só para saltar de alegria. E cena dos cartazes..enfim..é linda!:)

6:55 pm  
Blogger Undisclosed Recipient said...

A história da Laura Linney bate-me com muita força. Lembro-me de estar a chorar no cinema e a dizer "Ela ama tanto!!!!!!" (o irmão, neste caso). E o Liam Neeson transmite uma tristeza no olhar que é de partir o coração.
E gosto do Hugh Grant. Gosto, pronto!
"To me you are perfect"... ó raios partam a lagrimita já no canto do olhoooo!

9:31 am  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home