.comment-link {margin-left:.6em;}

Pecado da Preguiça

From the flats and the maisonettes they're reminding us there's things to be done. But you and me, all we want to be is lazy. --- pecadodapreguica(arroba)gmail.com

Tuesday, November 10, 2009

O dia em que o meu coração parou outra vez

Era hora de almoço de domingo. A alegria destes encontros familiares na casa da Avó’Linda acabou quando chegou a notícia de que tínhamos ficado sem o António Sérgio.

Não comecei a ouvir música com ele, mas os meus primeiros anos de trabalho ficaram marcados pelo Lobo e pela vida dele. Primeiro, molhei os pés à beira do Grande Delta e depois, deitava-me pela Hora do Lobo e ouvia As Horas a desoras ... sempre. Perdi-lhe o rasto no Viriato 25.

A mulher do Lobo é a Ana, amiga do coração que à distância soube sempre de mim e do que se passava cá dentro. Levou-me à festa mais intima de todas... o seu aniversário. Abracei-a no momento mais difícil de todos. Doeu. A vida antes do Lobo deixa marcas e saudades. Deixa felicidade também. “Take Care”.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home